'Estamos corrigindo erro histórico', afirma governador ao anunciar hospital regional em Juína

Por So nóticias 14/05/2021 - 12:55 hs

  O governador Mauro Mendes anunciou a área para construção de um hospital regional em Juína (436 quilômetros de Sinop), que vai atender a média e alta complexidade da população de toda a Região Noroeste de Mato Grosso. O anúncio foi feito na tarde desta quinta-feira, após vistoria na área, que fica nas imediações da rua Dom Aquino com a MT-170, e foi definida em parceria com a prefeitura, que cedeu o local.

  Os recursos para as obras estão garantidos pelo programa Mais MT, que prevê R$ 300 milhões para a construção de novos hospitais regionais. “Estamos corrigindo um equívoco de muitos anos, pois a população de toda a região precisava se deslocar mais de mil quilômetros para ter um atendimento em saúde. Era uma desumanidade e que estamos consertando para atender a média e alta complexidade dos moradores de Juína e das cidades do entorno”, destacou Mauro Mendes.

  O chefe do Executivo Estadual fez questão de frisar que os recursos para a construção da unidade em Juína, e também em Tangará da Serra, anunciada pela manhã, estão garantidos e sairão dos cofres do Governo. “As duas unidades que já anunciamos e outras que ainda iremos anunciar amanhã, já estão com os recursos garantidos pelo programa Mais MT. São mais de R$ 300 milhões que serão investidos nessas obras”, afirmou o governador.

  Conforme o prefeito de Juína, Paulo Veronese, a construção da unidade vai resolver o problema crônico da Saúde na região e a população poderá ter acesso ao atendimento especializado. “Nossa população depende muito de uma saúde de qualidade. Precisamos nos deslocar mais de 700 quilômetros, alguns moradores vizinhos, chegam a andar mil quilômetros para chegar em Cuiabá, e o senhor está resolvendo esse problema, governador. Ainda vamos esperar o senhor para entregar muitas outras melhorias que estão sendo feitas em nossa região pelo governo e desde já muito obrigado”, declarou Veronese.

  O hospital projetado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) contará com 141 leitos de enfermaria e 40 UTIs, entre adultas, pediátricas, neonatal e unidade semi-intensiva neonatal, para atendimento na média e alta complexidade. A unidade de Saúde também contará com 10 consultórios médicos, 2 consultórios para atendimento a gestantes, 6 salas de centro cirúrgico, além de espaços para banco de sangue, banco de leite materno e realização de exames, como tomografia e colonoscopia.

  A previsão é que após a licitação e a definição da empresa que irá tocar a obra, o hospital seja entregue em até 24 meses.

  Nesta sexta-feira, Mauro Mendes estará nos municípios de Alta Floresta, Confresa e Porto Alegre do Norte definindo outras áreas. Serão mais dois hospitais regionais, um em Alta Floresta e outro na Região do Araguaia, cujo local será definido entre os municípios de Confresa e Porto Alegre do Norte.