Juína tem cerca de 3 mil títulos de eleitor cancelados; cerca de 10% do eleitorado

eleitorado tem até o dia 06 de maio para procurar a unidade de atendimento da Justiça Eleitoral instalada no município e regularizar.

Por Jna Notícias 12/03/2020 - 13:21 hs

  A 35ª Zona Eleitoral de Juína, que abrange os municípios de Juína e Castanheira, tem mais de 3 mil títulos de eleitor suspensos devido a pendencias junto a justiça eleitoral.

  Aqueles que estão com o título cancelado estão impedidos de exercer diversos direitos civis e, ainda, podem ter o CPF suspenso. Esse eleitorado tem até o dia 06 de maio para procurar a unidade de atendimento da Justiça Eleitoral instalada no município e regularizar.

  Os 3 mil eleitores de Juína que estão em situação irregular perante à Justiça Eleitoral não poderão votar na eleição suplementar para um cargo de senador e suplentes, que ocorrerá no dia 26 de abril. Isso porque para esse pleito, em específico, o prazo para regularizar terminou no dia 21 de fevereiro e os dados constantes no cadastro eleitoral foram extraídos para serem inseridos nas urnas eletrônicas e utilizados nos cadernos de votação.

  “Esse eleitorado não votará na eleição suplementar, mas pode e deve votar na municipal, que ocorrerá em outubro deste ano. Neste caso, o prazo para regularizar termina no dia 06 de maio. Faltam quase nove semanas e, embora tenhamos esse prazo significativo, orientamos que o eleitor regularize a situação com a maior brevidade possível. Quem busca a Justiça Eleitoral com antecedência é atendido com agilidade e comodidade. Quem deixa para os últimos dias, enfrenta filas extensas e precisa aguardar horas para ser atendido”, ressaltou o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, desembargador Gilberto Giraldelli.